Sociable

sexta-feira, 21 de março de 2014

Making Love In The Kitchen, Gary J. Whitehead, revista New Yorker, março 2014

                 MAKING LOVE IN THE KITCHEN

                 FAZENDO AMOR NA COZINHA

Nós fazemos isso com facas em mão,
línguas azuis lambendo os fundos da panela
vapor obscurecendo as janelas de nossos corações
de alcachofras sendo coadas.

Corações são feitos para serem cavados, cozidos leves,
esbanjados com manteiga, garfo perfurado e levantado
para a boca aberta do outro. Dizemos estamos famintos,
como se estivéssemos fazendo isso sozinhos,
solitário como uma cebola em sua casca,
diga estamos famintos quando o que queremos dizer
é que queremos postergar

o inevitável, que é incomível,
no entanto nós cortamos em cubos,
e então fazemos - enquanto nos consome -
este amor que chamamos refeição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário